facebooktwitterinstagramcraceara

fone

_

_

Cabo submarino entre Ceará e EUA é ativado

cabo

O consórcio formado por Angola Cables, Algar Telecom, Google e a operadora uruguaia Antel anunciaram que os 10,556km do cabo submarino Monet, que conecta Boca Raton, na Flórida (EUA) a Fortaleza e Santos, no Brasil, está completo e estabelecendo um gateway digital avançado entre os dois países, com capacidade para fornecer mais de 64 Tbps. O cabo, projetado e construído com base no conceito SubCom Open Cables, incorpora tecnologia de ponta de submarinos, permitindo uma oferta excepcional de capacidade de largura de banda e, com isso, grande melhora no desempenho da latência da Internet.

 

A introdução do tráfego comercial e dos serviços pelo cabo submarino vai melhorar as necessidades de conexões atuais entre América Latina e os Estados Unidos, bem como oferecer uma plataforma poderosa e uma infraestrutura estável para receber a crescente demanda por capacidade no futuro.

"A conclusão do sistema de cabos submarinos Monet representa um marco extremamente significativo para o mercado, por trazer uma nova geração de tecnologia em cabos submarinos, capaz de enfrentar novos desafios da evolução digital. O esforço para tornar este cabo à operação com conexões diretas e de baixa latência trará reais benefícios econômicos para as regiões. A onda digital abre novos horizontes e oportunidades de negócios, muitas delas desconhecidas neste momento. O Monet vai garantir a contribuição para o crescimento e desenvolvimento do bem-estar", diz António Nunes, presidente do Comitê Executivo do Monet.

Complexo
Com 55% das obras concluídas, o complexo da Angola Cables (Sacs, Monet e Data Center) na Praia do Futuro, em Fortaleza, se prepara para, em julho, iniciar os testes dos equipamentos do cabo submarino South Atlantic Cable System (Sacs), que deve entrar em operação a partir do próximo trimestre. Já o Data Center, que faz parte deste complexo, está em obras, com funcionamento previsto para o fim deste ano, de acordo com a empresa. "Mais de 70% da capacidade do Data Center em sua primeira fase já foi comercializada. A expectativa é inaugurar o Sacs no próximo trimestre, entre julho e setembro. Agora o cabo passará por uma bateria de testes para poder iniciar a operação", informou a companhia.

Fortaleza se tornou, a partir dos investimentos da Angola Cables, um hub de tecnologia, de acordo com o governador Camilo Santana. "Com esse Data Center nós temos condição de trazer uma Amazon, de trazer uma Microsoft e uma Google para Fortaleza. Esse é o nosso objetivo", afirmou Santana em entrevista.

A companhia angolana de Telecom já opera o cabo Monet na Capital. Os 10,556km do equipamento, que conecta Boca Raton, na Flórida a Fortaleza e Santos, estão completos, estabelecendo um gateway digital avançado entre os dois países, com capacidade para fornecer mais de 64 Tbps.

Segundo a empresa, o objetivo do investimento global é chegar em quatro fases quando finalmente toda a estrutura estiver interligada, podendo receber cabos de outras empresas, ampliando a interconectividade no processamento de dados, com amparo à banda larga.

A Angola Cables também traz novidades no modelo comercial de venda de capacidade de dados do cabo Monet, com a possibilidade de ser feita via partilha de espectro. A medida vale para clientes do mercado wholesale, grandes players como operadoras e provedores de IP Tier I.

"A partilha de espectro proporciona não apenas alta capacidade de transmissão tráfego de dados aos nossos clientes, mas principalmente a possibilidade de gerenciamento integral da sua rede", diz o executivo, que complementa: "com a possibilidade de compartilhamento de espectro, podemos oferecer aos grandes players um serviço diferenciado, como as fibras óticas virtuais", afirma André Martins, gerente Comercial da Angola Cables.

Sacs

O cabo Sacs é o primeiro de fibra óptica submarino que ligará os continentes africano e sul-americano. A promessa da Angola Cables é que a latência- tempo necessário para que dados ir de um ponto designado para outro - tenha uma melhora significativa para os clientes do varejo intercontinental de telecomunicações, o equivalente a cinco vezes menor do que é atualmente, segundo estima a empresa de telecom.

A Capital é um dos pontos de conexão do Sacs, que irá interligar Fortaleza a Luanda, capital da Angola. Além do Monet e do Sacs, cujos aportes são da ordem de US$ 110 milhões e US$ 160 milhões, a Angola Cables está investindo US$ 30 milhões em Fortaleza. O montante engloba a construção de duas estações para abrigar os cabos, o Data Center e a compra de equipamentos.

(Diário do Nordeste/Foto: José Leomar)

Registro Profissional

Saiba qual a documentação necessária para o Registro Profissional. 
Bacharéis e Tecnólogos em Administração.

Registro Corporativo

O Registro para Pessoas Jurídicas com natureza de atuação em áreas relacionadas à Administração.

icon downloads
Renovar RCA

Aprenda a renovar o seu RCA através deste tutorial.

icon transparencia
Transparência

Acompanhe como o CRA-CE tem Administrado seus recursos.